gallery-1457364926-gettyimages-488542345

Preparem suas bandeiras, chegou o Eurovision

 

Maio já chegou e se você estava dormindo pode acordar, por que essa semana começa o Eurovision 2016. Antes de abordar o assunto principal desse texto, é importante apresentar como se configura. Para aqueles que não sabem, esse é sem dúvida o maior concurso de música do mundo, contendo aproximadamente 42 países, esse número varia em cada ano dependendo do número de países participantes que não é fixo.

Esse ano a Suécia será o host contry, ou seja, será o país anfitrião e a escolha do país é uma coisa simples, o país vencedor da edição anterior ganha o direito de se a sede no próximo ano. Nada complicado né? De fato, a lógica do campeonato é bem simples e um pouco lógica se parar para pensar. Mas para participar da competição é obrigatório os países serem afiliados ao European Broadcasting Union, que é o canal de televisão europeu.

 

Com isso os países são divididos em três dias de apresentação: Semi final 1 e 2. Os cinco melhores dessas duas finais se apresentam juntamente com os finalistas, também conhecidos como “Big five + host contry” (Itália, França, Alemanha, Reino Unido, Espanha e nesse ano também a Suécia).

 

Mais importante que a regras, é o significado do evento. São 42 países, um continente unido em torno de um único objetivo: a música. E tem melhor forma de unir as pessoas do que com a música? Os problemas políticos que a Europa tem enfrentado nos últimos meses com a crescente migração, somado as divergências entre os Estados e crise econômica, tornaria a possibilidade do atrito se tornar ainda maior e talvez irreversível.

 

Além disso, países como Moldávia, Albânia,Sérvia, Croácia e outros menos badalados ganham a chance de serem vistos, de mostrarem seus países e chamar atenção para os problemas que acontecem neles, através da música. Ainda que somente os Estados participantes possam votar, o concurso também é transmitido para países como Canadá, Egíto, Hong Kong, India, Jordania, Koreia, Nova Zelandia e Estados Unidos.

 

A Europa é uma enorme Torre de Babel quando se trata de cultura, e da mesma forma que cada um possui seus proprios costumes nem todos possuem a mesma língua. O que é muito bem vindo quando um país apresenta sua música em seu idioma nativo. É um dos maiores clichês que a música transcende a barreira da língua, gênero, raça ou cultura, que a música é algo que se sente e isso é uma das coisas mais bonitas no Eurovision.

 

Você não precisa entender para sentir. Nem todos sabemos falar sérvio, ucraniano, bósnio ou grego para se conectar com a música, e essa é a magia. Muitos dos concorrentes acabam preferindo apresentar suas músicas em inglês, pelo fato de que assim serão melhor compreendidos do que em suas línguas. Ao mesmo tempo que essa é uma boa decisão, pensando no quesito competição, é também um pouco triste, já que ela perde a chance de valorizar sua cultura. O que não significa desvalorizar ela.

 

De qualquer forma o que deve ser ressaltado no Eurovision é a inclusão. Diferentes países, com diferentes línguas e culturas coexistindo em uma cidade e deixando de lado suas diferenças políticas ou quaisquer problemas que tenham em seus países. Todos os participantes possuem as mesmas chances de ganhar desde que, apresentem uma boa música, ali todos são iguais.

 

Em uma época onde a intolerância e o preconceito se encontram em níveis alarmantes, a existência de uma realidade em que é valorizado a diversidade, a tolerância e o respeito, torna esse concurso extremamente importante e belo. E ainda que essas idéias, não sejam percebidas de imediato, é importante que em tudo na vida procuremos encontrar o lado positivo e sem dúvida, o Eurovision Song Contest é um projeto em que o lado bom existe e que deveria até ser copiado por outros continentes, quem sabe com uma versão mundial?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s